Por Victoria Kupper

Sabe-se que a água para o consumo humano deve ser potável e para a água ser potável deve estar livre de contaminantes que gerem riscos à saúde. Mas como saber se a água que você utiliza em seu estabelecimento está livre de possíveis contaminantes?

O passo mais importante e garantido é fazer a análise de potabilidade de água, que nada mais é do que levar uma amostra de água de pontos de consumo de seu estabelecimento para um laboratório para ser analisada. Fazendo isso você saberá se ela está contaminada por algum micro-organismo ou por alguma substância tóxica, -que é imperceptível a olho nu, e também se ela está adequada de acordo com os aspectos sensoriais como cheiro, sabor, turbidez e cor.

No resultado da análise realizada pelo laboratório pode haver dois tipos de conclusão:

– Que a água está adequada para o consumo, ou seja, que de acordo com os parâmetros sensoriais, físico-químicos e biológicos estabelecidos pela legislação ou,

– Pode-se concluir que ela está com quantidades de micro-organismos e substâncias tóxicas superiores aos limites estabelecidos pela legislação ou ainda com algum aspecto sensorial inadequado e, nesse caso, deve ser investigado a causa da contaminação da sua água.

Na investigação, pode ser que seja identificado ser necessário uma nova higienização da caixa d’água, como também pode ser que o reservatório de água não esteja bem vedado ou que algum cano esteja com vazamento. Depois de descobrir a causa e resolver o problema, uma nova análise de potabilidade de água deve ser feita, para ter a certeza de que agora a água está apta para consumo seguro.

A realização da análise de potabilidade de água deve ser feita obrigatoriamente após cada higienização dos reservatórios de água, ou seja, a cada 6 meses, conforme as legislações vigentes. Esse tempo pode ser reduzido caso ocorra algum acidente ou intercorrência, que possa contaminar a água.

É fundamental que o controle de potabilidade de água esteja sempre atualizado e organizado dentro de uma pasta juntamente com os demais documentos obrigatórios pela legislação.

Realizando todo este processo você garante a qualidade da água do seu estabelecimento e a saúde de colaboradores e clientes.